logotipo
Central de Relacionamento Interativo

29/11/2016 18:03

Clientes, diretores e técnicos da CRI em visita aos EUA durante o Profit Tour 

Informação gera conhecimento. Experiências geram crescimento. A CRI Genética – maior cooperativa de agronegócio dos Estados Unidos – é referência mundial em genética bovina, com parceria junto aos principais rebanhos produtores de leite e genética desse País, o que possibilita ter uma das mais expressivas baterias de reprodutores melhoradores do planeta – graças a uma base de dados de extrema consistência - exportando essa genética para todos os continentes.

Aqui no Brasil, a CRI Genética investe sistematicamente no treinamento e capacitação dos seus técnicos e colaboradores, promovendo ações que vão de cursos profissionalizantes a viagens para os maiores centros de produção de leite no mundo. Em outubro passado, uma caravana formada por 18 pessoas, entre clientes e técnicos da CRI, desembarcou nos EUA para a edição 2016 do Profit Tour.

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

Seguindo a filosofia da CRI de oferecer sistematicamente treinamentos e oportunidades de crescimento para todos os membros da sua equipe, a empresa levou o técnico de leite Márcio Ramos para a visita. Nos últimos dez anos Márcio vem dando assistência a fazendas especializadas na pecuária leiteira e é um grande conhecedor das raças Girolando e Gir Leiteiro, sendo que, nessa última, foi técnico da associação que representa a raça.

De acordo com o técnico, a viagem foi uma oportunidade ímpar de ampliar os conhecimentos e adquirir muita experiência. A começar por os integrantes do grupo - criadores que se destacam pelo trabalho de produção e melhoramento genético, além de lideranças do setor. Márcio relata a sensação de viver experiências fantásticas. “Conhecemos a World Dairy Expo, a maior feira do planeta no que se refere à atividade leiteira. Quem trabalha com leite, precisa conhecer. Visitamos oito fazendas de médio e grande porte, o que nos deu boa noção do que é a atividade leiteira nos EUA”, conta.

World Dairy Expo, em Madison, é considera a mais importante exposição da cadeia produtiva do leite no mundo 

A maneira como os produtores americanos tocam suas fazendas é diferente do modelo brasileiro, principalmente na gestão e na quantidade de pessoas envolvidas com a atividade. No país que é o maior produtor de leite do mundo, a gestão das fazendas é feita por membros da família, e é comum deparar com propriedades que produzem 20.000 litros de leite por dia sendo tocadas por meros cinco parentes de primeiro grau.  A tecnologia e a automação possibilitam que isso aconteça.

Outro ponto que chamou a atenção de Márcio foi a confiança dos produtores no trabalho dos técnicos da CRI. “A escolha dos touros a serem utilizados pela fazenda é feita pelo técnico da CRI, que avalia o melhor caminho a se seguir em relação à genética. Isso demostra a confiança que o produtor tem nos técnicos e o comprometimento da CRI em fornecer genética melhoradora”, pontua. Acrescenta, ainda, que no Brasil os clientes da CRI há mais tempo atuam de maneira similar aos americanos, o que faz com que colham resultados cada vez melhores.

Na fazenda Hall’s Calf Ranch mais uma situação chamou a atenção. Os números impressionantes de fazendas atendidas e a quantidade de bezerras que a propriedade faz cria e recria de bezerras em um manejo muito interessante. O mais incrível é que esse manejo é feito com cerca de 7.000 bezerras, o que demanda organização e logística impressionantes pois essas bezerras são buscadas nas fazendas com cerca de 1 ou 2 dias de vida e devolvidas as mesmas com 5 meses de idade. “Gostei muito da organização e tratamento dado às bezerras. Serviu muito de aprendizado, e vai fazer todo o diferencial no campo quando nossos clientes perguntarem sobre criação de bezerras, que é uma fase muito importante no sistema de produção”, destaca.  

A viagem também serviu para que técnicos e clientes CRI Genética Brasil conhecessem de perto todo o trabalho desenvolvido pela CRI Internacional, vivenciando o tamanho e a importância da empresa no mercado global de genética bovina.

Caráter técnico da viagem promove intercâmbio de informações e conteúdo entre os participantes 

De acordo com o gerente de produto leite da CRI Genética Brasil Bruno Scarpa, esse intercâmbio de conhecimento e tecnologia promove ganhos em toda a cadeia. “Todo o portfólio de programas e serviços desenvolvidos nas melhores fazendas americanas estão sendo implantados aqui, com os nossos parceiros. Nossos técnicos fazem as visitas, levantam dados, analisam, ajustam e conversam com os produtores mostrando muitos pontos que até então não eram observados. Isso tudo sempre buscando as melhores soluções, de maneira a transformar o negócio deles mais rentável e lucrativo”, finaliza.

Ser provedor mundial de genética animal e de conteúdo técnico relevante para os seus clientes é notório a CRI. A CRI Genética vai apoia e auxilia de quem acredita que, num mercado cada vez mais competitivo, investir em tecnologia, profissionalização e conhecimento é a única maneira de estar sempre na vanguarda da atividade.

Gustavo Ribeiro

Assessoria de Imprensa – Berrante Comunicação 

Imagens


Voltar


CRI GENÉTICA BRASIL LTDA. Copyright © 2017 Todos os direitos reservados.

Rua Dr. Procópio de Toledo Malta, 145. São Carlos, SP. CEP 13563-002. (16) 3362-3888